Fraternidade Espartana

Leônidas nas Termópilas pintura de Jacques-Louis David 1814  
 

 

 

O QUE É FRATERNIDADE ESPARTANA

Esse é o objetivo principal desse nosso site. Fazer com que os homens que se relacionam sexualmente com homens tomem consciência de uma teoria que os faça ter tranquilidade e um imenso sucesso em todos os aspectos da vida.

Quem não sabe se associar e se organizar a partir de uma carcterística comum que o aproxima de outros está vacilando. Aqui no nosso caso nossa característica comum são aqueles homens que perceberam a grande importância da masculinidade para se relacionar sexualmente com outros homens. É isso que nos une. Não pense que é uma reunião desses homens só para um desenvolvimento pessoal a partir do que está escrito aqui nesse site. Não é só isso. Uma das coisas fundamentais é unir espartanos para ganharem também dinheiro. Uma das coisas que os espartanos devem fazer, em todas, disse, todas as reuniões é como analisar a situação econômica na sociedade em que está vivendo. E como eles podem ganhar dinheiro para sobreviver em uma sociedade neoliberal e capitalista. Os espartanos vão em duas linhas. Orientar todos para estudar, repare o espartano só acredita no autoditadismo, mas vai incentivar a todos de todas as idades a estudar e obter títulos desde o supletivo até a facultade, mestrado e se possível doutorado. Disse todas as idades. Por esses títulos são armas e o espartano raciocina assim: ser forte é ter armas subjetivas e comportamentais para vencer. Um desses títulos é para ele uma arma. Fazer concursos outra. Não vacile, o espartano estuda. A outra vertente é eles se associarem para ganhar, sempre muito honestamente e só assim, para abrir pequenos ou grandes negócios para ganharem dinheiro. Agora você entende porque além de ser homem ser sinônimo de honestidade principalmente com dinheiro é fundamental para esse empreendimento. Toda reunião, assim que criarem a fraternidade espartana, deve ter um momento de tratar desse assunto. Se lembrem dos templários. Por isso fica mais claro porque não é possivel se aceitar na fraternidade usuários de drogras, mentirosos e preguiçosos, desonestos porque o resultado seria o fim da própria Fraternidade Espartana. Reparem, oportunistas de plantão, não estamos dizendo que vamos empregar ninguém nem emprestar dinheiro. Vamos incentivar os espartanos se associarem e se preocuparem em ganhar dinheiro de todas as formas possiveis desde que sejam absolutamente honestas e dentro das leis. Por que? Porque vivemos em uma sociedade de profunda hostilidade e o dinheiro é uma grande arma para se sobreviver nessa selva de exploração generalizada e hostilidade endêmica. Se vacilar, dança. E essa organização é só para os espartanos? É porque os espartanos têm o potencial que é gostar do mesmo sexo. E a partir de achar a masculinidade muito importante para esse tipo de prazer sexual seguir o caminho, o método, o execício das condições de desenvolver esse pontencial a partir dos ensinamentos dos guerreiros nossos ancestrais que faziam, em sua grande maioria, o que vocês, se espartanos fazem hoje: relações sexuais com masculinidade entre homens. Não é ser irresponsável e imaturo um sujeito nos acessar com a única finalidade de arranjar homens para se relacionar sexualmente? Se acontecer relaçoes sexuais entre os que fazem parte da fraternidade tudo bem mas a finalidade não é essa nem está sendo criada para isso? Esse tipo de sujeito, que só nos procurou no truque só para isso, já mostra aí que é desonesto e não nos interessa o ter na Fraternidade Espartana.

 

1 - Criar uma fraternidade espartana é simples: é criar uma organização de homens maiores de 18 anos, honestos, não drogados ou irresponsáveis que tenham por finalidade unir forças, que se você fosse abrir um negócio você confiaria nele, o critério é esse para:

a) Se ajudarem mutuamente.


b) Se orientarem pelos ensinamentos dos guerreiros para vencer na vida. Daí uma das finalidades é o estudo conjunto desses ensinamentos para gerar no seu comportamento ser uma fonte de força.


c) Serem companheiros evitando a solidão ou viver sonhando e, portanto, com a dependência de achar um suposto grande amor na sua vida. Deve, se o quiser, procurar um companheiro fixo mas não ser escravo disso e condicionar sua felicidade a partir daí. O foco é vencer na vida e ter na fraternidade sua família, seus amigos eliminando assim sua solidão. Se aparecer alguém que goste de você e seja uma pessoa que lhe faz feliz, ótimo mas, como já colocamos aqui, não viva para isso que você não é uma normalista em férias no interior, em 1940, apaixonada pelo filho do prefeito, drogado, inútil, corrupto mas bonitinho que nunca vai ser nada na vida só trazendo desgostos para quem se aproximar dele. Três filmes mostram isso baseados em peças e uma novela de Tennesse Williams: O Anjo de Pedra, Em Roma na Primavera, Doce Pássaro da Juventude. As personagens são femininas porque na época não era possível serem gays mas ilustram muito bem a sujeição de alguns gays em um longo e imenso tormento por uma gota de amor.


d) Contar com os companheiros, irmãos em expressão sexual, nas situações mais difíceis e nas mais alegres porque estarão sempre com uma companhia confiável e sincera.

 

2 – Quem não acha importante investir um pouco de seu tempo para tentar materializar, isto é, criar essa organização em sua cidade para a termos em cada cidade em todo o país e no mundo está:

a) Sendo ingênuo e, como se diz na gíria masculina, vacilando.


b) Não terá companheiros. Ficará sempre a se queixar de solidão. Indo a todos os lugares solitário ou tentando acabar com ela apenas com sexo anônimo e ocasional.


c) Sonhando sempre com um grande amor que iria satisfazer essa solidão. Busca muitas vezes patética e muito difícil. Não é raro cair nas mãos de algozes que os exploram. Estou dizendo não os prostitutos ocasionais que podem ser usados como os homens sempre se serviram de putas para esporarem. E mesmo que tenha conseguido um companheiro vive uma solidão a dois e, em muitos momentos, fica só porque o outro tem outros compromissos. Mesmo se já casados.


d) Amigos gays dificilmente são sempre tão amigos quanto seriam os de uma organização de homens equilibrados e honestos selecionados criteriosamente. Muitos são doidinhos, engraçadinhos e flutuam na vida um dos outros, quer dizer, têm seus interesses próprios. A solidariedade entre eles é menor do que uma família tradicional que já é muito incerta. Contar com primos, às vezes irmãos e cunhadas e cunhados é problemático. E tem aqueles que não têm família ou a família são formadas por pessoas que não podem ou não querem ser solidárias ou são mesmo inimigos.


e) O vacilão não entende isso. Tudo para ele é pateticamente procurar parceiros para o sexo ou um grande amor. Sim isso é importante, mas não enxergar nem querer formar um grupo de homens honestos e equilibrados para melhorar sua vida é de uma ingenuidade que gera em geral numa vida empobrecida em sua qualidade. Mesmo que se tenha uma boa renda não escapará da solidão. Como também dos momentos de fraqueza numa sociedade hostil nos quais ficará precisando da boa vontade de estranhos ou da sorte, terá falta de orientação e chegará o dia que não terá ninguém para dizer ou ouvir uma palavra. Terá de falar com estranhos ou prostitutos na madrugada fria acalentado pelo álcool. E pode ser até num Natal, em um Primeiro do Ano e outras datas cuja as emoções se tornam mais acentuadas e o sofrimento também. Mas cada uma sabe de si. Se quiserem não ajam e continuem com estão. Mas compreendam que o bolo pronto, em geral, quem não participou de combinar os ingredientes não vai comê-lo.

Olhe bem. Aqui é uma teoria sem dominação de ninguém porque ser espartano alfa é ser mestre de si mesmo. Asim sendo ninguém manda em ninguém o que se dar são sugestões em torno de ao se tornar espartano alfa foi porque compreendeu e quis ser espartano. Portanto o que estamos aqui lhe dizendo são sugestões para você, se o quiser, experimentar para construir a fraternidade espartana. Será também bem vindas suas sugestões que você mandar para o nosso e-mail aqui colocado como contado nesse site.

3 - Sugestões de como criar uma Fraternidade Espartana