Religiões

 

Existem religiões . Nem todas são intolerantes com o sexo entre pessoas do mesmo sexo. Nao há para o espartano uma recomendação específica sobre religiões. Desde que ele siga os princípios básicos da masculinidade e da filosofia espartana pode ter a religião que tiver. O espartano é o seu próprio soberando. O que é dito aqui é para ser meditado e refletido.

Entretanto religiões autoritárias, desumanas, que fazem o mal aos outros devem ser descartadas.

Caso o espartano alfa queira ele pode ter sua própria religião que é o culto dos guerreiros como gerador de força pessoal

Não tem muito sentido um espartano católico por exemplo. A igreja católica e protestantes são as que mais agridem as formas de sexualidade que o espartano pratica. Quase todas as religiões são contrárias o sexualidade entre pessoas do mesmo sexo. Portanto a sobriedade, quando se quer participar de uma delas, deve ser o mais correto.

ATENÇÂO

Não podemos deixar de colocar o fato histórico de que no mundo ocidental as normas morais sobre os prazeres sexuais de algumas religiões proibiram os prazeres sexuais entre pessoas do mesmo sexo e outras atividades sexuais que não fossem a reprodução da espécie. Entretanto leiam essa moral sexual desses povos como um momento histórico deles por razões politicas do momento. Portanto os espartanos não são contra a esses povos que hoje, como ocorre com Israel, país democrático que une pessoas do mesmo sexo, e com a posição do atual papa em relação as relações sexuais entre o mesmo sexo. Somos contra é a todos que são repressores, portanto fascistas sob a pele de cordeiro, escondidos em uma religião, seja ela qual for, ou sejam quais forem o motivo se justifiquem para agredir, humilhar, matar pessoas por serem livres sexualmente. Não acreditamos que existem raças. Para nós só existem seres humanos e todos nós somos humanos

Desde Novembro de 2006, o casamento de pessoas do mesmo sexo é reconhecido em Israel. A união civil entre pessoas do mesmo sexo é reconhecida desde 1993 e um casal do mesmo sexo usufrui de quase todos os direitos de um matrimônio entre pessoas de sexos diferentes. O exército israelense também aceita homens que gostam sexualmente de homens (desde 1993). Aliás, ser homem e se relacionar sexualmente com homens não é empecilho para o serviço obrigatório no exército.